Aproveitamento Integral dos Alimentos

0
157

Cascas, talos, sementes…
Pouca gente sabe, mas as partes vistas como “menos nobres” dos alimentos, têm grande valor nutritivo! São ricas em vitaminas (especialmente A e C), além de ferro, potássio e outros nutrientes.

Aproveitar integralmente os alimentos não faz bem apenas ao meio ambiente e à sociedade, mas também ao corpo e à mente. Proporcionando-nos melhora do estado nutricional, diminuição dos gastos com alimentação e combate ao desperdício e a fome.

Muito importante também é a lista de compras quando vamos ao supermercado. Quantas vezes você comprou algo pensando que não possuía em casa e quando chegou, viu que já havia? E aí, o alimento acaba ficando velho e correndo um sério risco de ser desperdiçado!

Temos que:
COMPRAR BEM – Preferir legumes, hortaliças e frutas da época.
CONSERVAR BEM – Armazenar em locais limpos e em temperaturas adequadas a cada tipo de alimento.
PREPARAR BEM – Lavar bem os alimentos e preparar apenas a quantidade necessária para a refeição de sua família.

Porém, quando falamos de aproveitamento integral dos alimentos não estamos falando só de cascas, folhas e talos… Também falamos daquela preparação como uma carne ou arroz que está rolando na geladeira, e pra não jogar fora, podemos usar a carne para colocarmos em uma sopa, ou recheio de uma torta… O arroz pra fazer um bolinho de arroz ou arroz temperado… Até mesmo o pãozinho, que comemos todos os dias… Podemos aproveitá-lo fazendo uma farinha de rosca, umas torradinhas, etc.

A dica é essa! Saber utilizar todas as partes dos alimentos contribui para que, principalmente, não sobre comida para uns e falte para outros. O importante, como sempre, é o equilíbrio!

Abraço,

Dra. Fabiana Cruz Giacomin
Nutricionista
CRN/4 08101041
E-mail: fabigiacomin@yahoo.com.br